Com Selic a 6,5%, poupança bate maioria dos fundos

A manutenção da taxa básica de juros em 6,5% ao ano mantém a poupança como um investimento mais atrativo que a maioria dos fundos de investimento de renda fixa, em especial aqueles com taxas de administração mais altas, de acordo com simulações feitas pela Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade).

Nesta quarta (20), o Copom (Comitê de Política Monetária) decidiu reduzir a Selic, em linha com a expectativa do mercado, em um cenário que considera a inflação sob controle e a atividade econômica ainda se recuperando no país.

A Anefac estima o rendimento mensal da poupança em 0,37% com a Selic a 6,5% ao ano.

Pelas contas da associação, fundos com taxa de até 0,5% ao ano têm rentabilidade maior que a da poupança, independentemente do prazo de resgate considerado. A caderneta empata com fundos com taxa de 1% ao ano em caso de resgate em até seis meses e perde se o prazo for superior a esse período.

A poupança empata também com fundos com taxa de administração de 1,5% se o resgate for feito entre um e dois anos, e perde se o dinheiro for sacado acima de dois anos.

Já fundos com taxas iguais ou superiores a 2% ao ano perdem para a caderneta independentemente do prazo considerado.

Fonte: Folha de S. Paulo

Deixe uma resposta

Rolar para o topo
Fale conosco
Olá, tudo bem,
Como podemos te ajudar?